Como montar um escritório de arquitetura? Veja os primeiros passos

Autonomia, liberdade criativa, oportunidade de imprimir sua personalidade em cada trabalho. Entre o desejo de colocar o próprio nome à frente dos projetos e a concretização desse objetivo, o profissional pode se deparar com um grande obstáculo: a falta de informação sobre como montar um escritório de arquitetura.  

E você, sabe o que fazer para abrir seu próprio escritório e começar uma carreira de sucesso? Quer descobrir como realizar esse sonho e se posicionar no mercado de forma incisiva? 

Pensando nisso, selecionamos 7 passos para você começar sua trajetória, estabelecer seu nome no mercado e conquistar o sucesso. Continue a leitura e confira! 

1. Elabore um plano de negócios

Um empreendimento não se torna um sucesso por acaso. Por trás dos resultados, sempre existe um bom planejamento. Afinal, há muitas decisões que você precisa tomar para iniciar o negócio e colocá-lo para funcionar: local de atendimento, ramo de atuação, diretrizes de precificação, estratégias de marketing e muito mais. 

É por isso que você não pode começar seu escritório sem um plano de negócios bem elaborado. Nesse documento, não podem faltar os seguintes pontos: 

  • análise da oportunidade: o serviço que sua empresa pode oferecer para atender às necessidades do mercado;
  • análise do mercado: conhecimento de elementos importantes como as expectativas de seu público-alvo, seus principais concorrentes, nichos que podem ser explorados e ameaças ao sucesso do negócio; 
  • modelo de negócio: envolve a definição do serviço oferecido, investimento necessário, parâmetros para estabelecer preços e estimativa de receitas e despesas, entre outros fatores;
  • indicadores: estabelecem as metas que o negócio deve alcançar e que serão utilizadas para avaliar o sucesso — se necessário, o plano pode ser adaptado para que os resultados desejados sejam atingidos.

Esse é apenas o resumo de um plano de negócios. Para criá-lo, pesquise muito o mercado em que você vai atuar. Com informações precisas, suas chances de acertar nas escolhas e alcançar o sucesso se tornam muito maiores. 

2. Defina seu ramo de atuação

A formação em arquitetura abre um mundo de possibilidades para os profissionais. Porém, para se destacar no mercado, a melhor alternativa é se especializar em um ramo e se tornar um verdadeiro expert nele. 

Por isso, uma das principais decisões é a escolha da área de atuação. Essa é a base para realizar as ações necessárias para conquistar esse nicho de mercado e conquistar o seu espaço.  

3. Analise seu público-alvo

Se fosse possível determinar um único “segredo” para levar qualquer negócio ao sucesso, sabe qual seria? A capacidade de atender plenamente às necessidades e expectativas dos clientes. 

Em arquitetura, essa qualidade é ainda mais importante. O profissional precisa mergulhar na rotina e realidade do consumidor. Só assim ele pode criar ou transformar o espaço em um local que, além de bonito, seja extremamente funcional. 

A satisfação acontece quando, além de se encantar com o design do projeto, o cliente sente que cada pedacinho do lugar foi feito especialmente para ele. Por isso, é fundamental analisar o público-alvo e encontrar as melhores soluções para atendê-lo. 

A análise do público-alvo tem ainda outra função imprescindível: ela sinaliza quais são as melhores estratégias de marketing para atingi-lo. Quando você conhece os hábitos, necessidades, influências e atividades desse grupo, é mais fácil escolher o meio e a mensagem mais eficientes para atrair e conquistá-los. 

4. Conheça seus concorrentes

Se o seu escritório oferecer o mesmo que seus concorrentes — ou, na pior das hipóteses, menos que eles — será muito difícil sobreviver em um mercado competitivo. 

Por isso, é preciso entender o que seus concorrentes fazem de bom para superá-los. Também é fundamental descobrir o que falta no atendimento deles para oferecer essas opções a seus clientes e criar um diferencial positivo. 

5. Invista no aperfeiçoamento contínuo

Você já deve ter percebido que sua graduação ensinou o básico necessário para iniciar sua carreira. Porém, como ela precisava abordar conhecimentos referentes a várias áreas distintas, não houve um aprofundamento significativo em nenhuma delas.

Esse é o processo normal em boa parte dos cursos superiores. Isso acontece até mesmo porque os profissionais vão atuar em ramos diferentes e acabam se especializando em apenas uma área.

Por isso, após terminar a faculdade, sua carreira pode ganhar um grande impulso se você buscar oportunidades para se aperfeiçoar. É possível investir em cursos, especializações ou eventos que transmitam conhecimentos específicos. 

Além de oferecer informação, esses cursos e workshops reúnem profissionais da sua área e de outras relacionadas. Dessa forma, você pode investir no seu networking, estabelecer parcerias e encontrar muitas oportunidades de trabalho.

6. Marque presença nos meios promissores 

E por falar em networking e parcerias, hoje existem espaços que facilitam essa interação. Você já deve ter percebido que alguns setores usam um conceito muito interessante para fomentar novos empreendimentos: as incubadoras. 

São espaços que reúnem muitos negócios em fase de lançamento ou implantação. Eles favorecem a troca de ideias, aceleram a aprendizagem a respeito do mundo dos negócios e podem criar uma rede de contatos e indicações muito útil. 

Os profissionais de arquitetura também já têm espaços como esses à disposição. Um exemplo é a Archademy, que funciona como uma verdadeira aceleradora para arquitetos e designers de interiores. 

Além de um espaço sofisticado, cuidadosamente planejado para favorecer o desempenho e potencializar o sucesso desses novos arquitetos, a iniciativa ainda conta com uma rede de mentores, networking com grandes marcas e outros escritórios. 

Os profissionais também participam de um Plano de Aceleração que realiza workshops e promove conteúdos úteis para quem está iniciando a carreira. Participar de iniciativas desse tipo é uma ótima forma de encurtar o caminho rumo ao sucesso.

Quando falamos de meios promissores, também não podemos nos esquecer das mídias sociais. A arquitetura tem um apelo visual inquestionável. Por isso, mantenha um perfil profissional ativo em redes como o Instagram e o Pinterest, que dão total destaque às imagens e podem atrair um bom número de interessados. 

7. Não negligencie o design do seu escritório

Como o cliente pode acreditar que seu escritório tem uma solução funcional e esteticamente agradável se o seu próprio ambiente de trabalho não reflete esses conceitos? 

Por isso, o escritório do arquiteto precisa ter um design impecável. Essa característica é fundamental para que o cliente acredite que você tem, de fato, condições de atender às expectativas quanto ao projeto que ele está solicitando.  

E então, descobriu como montar um escritório de arquitetura? Já se sente mais confiante para colocar esses 7 passos em ação e iniciar uma carreira de sucesso? Ficou com alguma dúvida? Compartilhe sua pergunta com a gente nos comentários e participe da conversa!

Sobre o Autor

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Google+
Twitter
LinkedIn

Comentários