Como organizar e estruturar as visitas técnicas? Entenda!

A visita técnica faz parte da rotina durante a negociação e o acompanhamento dos projetos. Na Arquitetura, é uma etapa essencial para estabelecer um bom relacionamento com o cliente, facilitando o alcance das expectativas do trabalho.

Apesar de ser tão importante, nem todos os arquitetos dão a devida importância a esse momento. Muitas vezes, a displicência provoca aumento dos custos, queda na qualidade da prestação do serviço e desgastes desnecessários com o cliente.

Então, se você está precisando melhorar as suas visitas ou quer saber como organizá-las, está no lugar certo. Continue acompanhando este artigo e aprenda!

Como organizar as visitas técnicas?

As visitas podem ter vários objetivos, entre eles:

A variedade de tipos de visitas técnicas é um motivo para você se organizar devidamente. Para se orientar melhor, separamos 3 dicas valiosas. Domine sua agenda de uma vez por todas!

Organize a rota

Organizar as rotas vai fazer a sua rotina ser mais econômica e produtiva. Planeje as visitas do dia sempre por regiões, quando possível. Assim, você consegue atender mais pessoas por um custo menor, tanto de tempo quanto de dinheiro.

Organize os assuntos

Sempre que possível, faça visitas do mesmo tema no mesmo dia. Isso vai facilitar a produção de materiais e a separação de equipamentos. A elaboração das apresentações, por exemplo, fluirá bem melhor.

Organize um cronograma

Para facilitar, tenha um cronograma geral. Então, considerando as rotas e os assuntos de cada visita técnica, monte um cronograma com prazo maior para que você não precise fazer um planejamento por dia. Assim, você pode evitar imprevistos e prever um tempo livre para atender clientes novos ou solucionar questões de última hora.

O cronograma também será útil para controlar os custos. Precifique os projetos considerando as despesas com deslocamentos e encaixando a quantidade e custos das visitas. Dessa forma, é possível prever quanto será gasto e evitar surpresas.

Como estruturar uma visita?

Tão importante quanto organizar as visitas é estruturar cada uma delas. Para que elas sejam realmente produtivas, tenha em mente os objetivos de cada uma. Veja algumas sugestões:

Esclareça a parte contratual

Se você está fazendo uma reunião de fechamento ou apresentação do serviço, certifique-se de que o cliente compreendeu toda a parte contratual. Isso evita frustrações, mal-entendidos futuros e possíveis gastos extras.

Cumpra o combinado em cada visita técnica

Ao agendar uma visita, o motivo já deve ser estabelecido. Então, cumpra com esse objetivo, para que o cliente sinta confiança no seu trabalho e para que o projeto possa prosseguir satisfatoriamente.

Lembre o cliente da visita

Inclua no seu cronograma um follow-up para confirmar os agendamentos com os clientes. Isso vai garantir que você não perca a viagem não sendo atendido ou com reuniões pouco produtivas.

Por que realizar visitas técnicas periodicamente?

No mercado da Arquitetura, é essencial que haja um relacionamento contínuo com cada cliente. Isso porque é preciso garantir que o projeto está sendo executado conforme as expectativas. Além disso, ele também é necessário para que seja possível captar os desejos do proprietário, fazendo da obra algo mais personalizado e realizador.

O acompanhamento próximo do projeto permite que o seu cliente sinta confiança no seu trabalho. Então, mostre-se dedicado e comprometido para manter a satisfação geral e uma boa avaliação no mercado.

Por fim, podemos dizer que a visita técnica é uma forma de fidelizar clientes. Mas, para aumentar o seu mercado, que tal conhecer nossas 5 dicas infalíveis para conquistar mais clientes para seu escritório de Arquitetura? Boa leitura!

Sobre o Autor

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Google+
Twitter
LinkedIn

Comentários