Precisamos falar sobre a importância da arquitetura comercial

Com os consumidores modernos cada vez mais exigentes, muitos empresários e comerciantes passaram a entender a importância de um bom projeto de arquitetura para seus estabelecimentos. Graças a isso, a arquitetura comercial é um nicho que vem crescendo e se desenvolvendo cada dia mais, sabia? 

No post de hoje, você vai entender melhor como funciona a arquitetura comercial e como criar projetos inteligentes. Acompanhe! 

O que é arquitetura comercial? 

Quando falamos em arquitetura comercial, estamos nos referimos ao ramo da arquitetura que desenvolve projetos para todos os tipos de estabelecimentos comerciais, como lojas, restaurantes e bares. O seu objetivo é criar ambientes atrativos para melhorar a experiência de compra dos consumidores. 

Ao criar um projeto de arquitetura comercial, você não vai pensar apenas o espaço físico, mas também no público-alvo da marca (seu comportamento, gostos e interesses devem guiar todo o processo criativo), além dos objetivos e identidade visual da marca.

Muitos profissionais da arquitetura ainda não levam em conta todos esses fatores. Situação essa que provoca um cenário favorável para arquitetos especializados em arquitetura comercial se destacarem! 

Por que ela é fundamental para projetar espaços comerciais? 

A arquitetura comercial é fundamental para projetar espaços comerciais, pois se trata de um nicho específico para esse tipo de construção. Esse ramo não pensa apenas nos espaços físicos, como dito anteriormente, mas também abrange as características do consumidor e da marca.

Depois de coletadas, as informações sobre o público-alvo se tornam indispensáveis para definir a linguagem arquitetônica do projeto.  Assim, a comunicação visual é trabalhada de forma que facilite o entendimento do cliente sobre os produtos e/ou serviços oferecidos e chame sua atenção — um dos objetivos da arquitetura comercial.

Como desenvolver projetos de arquitetura comercial inteligentes? 

A arquitetura comercial não é nenhum bicho de sete cabeças, como você já deve ter percebido até aqui, não é? Para trazer esse ramo ainda mais para a sua prática, vamos demonstrar, a seguir, como criar projetos de arquitetura comercial inteligentes. Confira! 

Identidade visual da empresa 

A identidade visual da marca — conjunto de elementos gráficos que transmitem valores e princípios da organização — é parte fundamental na concepção de projetos de arquitetura comercial, não apenas nos cartões de visita e logotipos da empresa. 

Por isso, projetos de arquitetura comercial inteligentes usam a identidade visual da marca em todo o processo criativo. Dessa forma, o público-alvo pode reconhecer o estabelecimento com maior facilidade.

Fachadas  ideais

Estudar a fachada é um dos pontos mais importantes do projeto de arquitetura comercial. É importante buscar formas de chamar a atenção do público sem agredir visualmente seus vizinhos.

Ela também precisa ter harmonia entre as cores, texturas, iluminação e os elementos da identidade visual, como banners, displays, totens, placas informativas com preços e setores, e sinalizações (saídas, escadas, extintores, elevadores, etc). 

Experiências diferenciadas

Os consumidores modernos não buscam apenas produtos, mas experiências que os aproximem da marca. Sendo assim, para realizar um projeto de arquitetura comercial inteligente, é preciso criar ambientes onde o consumidor tenha uma experiência de compra mais complexa

Em uma loja de jogos e equipamentos eletrônicos, por exemplo, é interessante investir num projeto em que o consumidor se sinta dentro de um jogo. Isso pode ser alcançado a partir de uma arquitetura diferenciada, com cores e decoração específicas, e uma apresentação do projeto em 3D, por exemplo.

Fluxo de passagens  

Em um espaço comercial, é indispensável planejar o fluxo de passagens durante a negociação de produtos e serviços, como prever o espaço ocupado quando o consumidor para na frente de um produto e conversa com o atendente.

A configuração dos espaços é um verdadeiro desafio na arquitetura comercial. Por isso, projetos inteligentes consideram pontos-chave no layout, como o tamanho e tipo adequado de acesso, distribuição do mobiliário expositor e o posicionamento dos elementos, sem falar dos padrões de comportamento do público-alvo e as características dos produtos. 

Tudo isso nos mostra que a arquitetura comercial é muito importante para projetar espaços comerciais e melhorar a experiência de compra do consumidor. Como vimos, para além do espaço físico, o perfil do público-alvo e a identidade visual da marca são fatores igualmente importantes e considerados nesse ramo.

Agora que você conhece a importância da arquitetura comercial, descubra como apresentar um projeto de sucesso

Sobre este autor

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Já ajudamos mais de 700 escritórios a crescer e queremos compartilhar ideias e práticas bem-sucedidas.

Cadastre-se e receba conteúdo e novidades para o seu desenvolvimento profissional e pessoal.


Não tenho interesse, obrigado