Como fazer networking no mercado de Arquitetura? Confira nossas 5 dicas

Ter bons contatos é essencial para crescer em qualquer mercado — e não poderia ser diferente para o Arquitetura e Design de Interiores. . Como defende a teoria chamada “the small world problem” estamos a seis pessoas de distância de qualquer outra no mundo. Mas será que você realmente sabe como fazer networking?

Alguns profissionais acreditam que a prática se resume a fazer publicações em redes sociais ou a trocar cartões em eventos. Na verdade, uma boa rede de networking vai além disso. É necessário se tornar influente e trocar conhecimento com as pessoas ao seu redor.

Leia este conteúdo e entenda mais sobre o assunto.

Qual é a importância do networking?

O networking é fundamental para crescer profissionalmente, conseguir novos projetos e ter um papel de relevância no mercado. Quem tem uma boa rede de contatos tem facilidade para superar momentos de crise, encontrar oportunidades para conquistar novos clientes e construir uma carreira promissora.  Lembra dessa frese? “Você é a média das cinco pessoas com quem mais convive”, do grande empreendedor e palestrante Jim Rohn.

De nada adianta, por exemplo, você ter ideias inovadoras para um projeto executivo se não há ninguém por perto para executá-las ou até mesmo tirar dúvidas. Semelhantemente, é essencial ter uma equipe preparada para superar os desafios em seu escritório.

Em todas essas situações, relacionar-se bem já não é mais um diferencial para se destacar, mas um ponto inicial de uma jornada em que há troca de conhecimento e qualidade no atendimento ao cliente.

Quais são as 5 melhores dicas para fazer networking?

Agora, chegou o momento de você aprender como é simples melhorar a sua rede de contatos.

1. Seja útil

Todo relacionamento é baseado em trocas. Quem tenta apenas se aproveitar dos outros, em muitos casos, não se mostra uma pessoa verdadeira e não agregava valor nenhum. Portanto, você deve ser útil para a sua rede de contatos. E isso é mais simples do que você imagina.

Enviar um e-mail com dicas de conteúdos ou marcar um amigo em uma boa publicação no LinkedIn são ótimas práticas nessas horas. Essas ações mostram que você compartilha conhecimento, te faz ser lembrado e mantêm contato. Apenas não exagere nas marcações e não envie e-mails todos os dias, ok?

2. Marque presenças nas redes sociais

Se você ainda acha que as redes sociais só servem para postar fotos de festas ou de pets, é melhor mudar logo de ideia. O mundo online é vasto, em que inúmeros assuntos e valores são discutidos a qualquer hora e lugar.

O LinkedIn, por exemplo, tem 562 milhões de usuários. Nesta rede social, os profissionais compartilham insights, erros e experiências que podem te ajudar a melhorar a sua performance. Além disso, é possível acompanhar as tendências do seu nicho ao seguir as pessoas corretas.

Além de encontrar uma grande quantidade de profissionais dispostos a trocar experiências, uma vantagem das redes sociais é o custo, você não precisa fazer nenhum investimento financeiro para se relacionar com as pessoas certas. Preocupe-se em investir seu tempo com dedicação e criatividade.

Outras redes sociais, como o Twitter, Instagram e Facebook, até têm um tom menos profissional, mas isso não quer dizer que você não deve estar presente. Lembre-se de que um simples stories ou postagem pode ser o começo de uma parceria para um projeto ou para conquistar um novo cliente.

Será que todos seus seguidores sabem que você é Arquiteto ou Designer de Interiores? Pois, bem, eles precisam saber! É importante que você seja lembrado como referência nesse segmento, principalmente para pessoas que já te conhecem.

Portanto, esteja presente nas redes sociais mais relevantes para a sua rede de contatos e crie postagens adequadas para cada uma delas, pois quem não é visto não é lembrado, ok?

3. Aproxime-se de pessoas com o mesmo interesse

Por falar em redes sociais, você precisa ter um cuidado: quantidade não é sinônimo de qualidade. No começo, quando a sua audiência é pequena, é normal querer adicionar todos e todas que aparecem em sua frente. Entretanto, essa não é uma boa prática.

Ter milhares de seguidores que não interagem com as suas postagens com comentários ou curtidas é um sinal de que o seu público não gosta do seu conteúdo. Mas isso não quer dizer que você está criando conteúdo ruim, e sim que está divulgando para as pessoas erradas.

Dessa forma, você precisa se aproximar de profissionais que têm os mesmos interesses que você. Foque naqueles que atuam no mercado de interiores, que conhecem e acompanham o seu nicho. O mesmo é válido para o seu networking offline também.

4. Não fale mal dos seus concorrentes

Criticar a concorrência é uma péssima maneira de fazer networking. Na verdade, falar mal de qualquer pessoa é algo que deve ser evitado. Quem adota essa postura passa uma imagem ruim para a rede de contatos, por isso, não a faça. Tenha em mente que o concorrente de hoje pode ser um parceiro no futuro.

5. Participe de eventos

Pode parecer óbvio, mas os eventos ainda são os melhores lugares para conhecer profissionais, ficar por dentro das tendências tecnológicas e mostrar-se para o mercado de arquitetura. Existem diversas opções: congressos online, meetups e até mesmo fóruns de discussão que reúnem profissionais com os mesmos interesses.

É importante sair de sua zona de conforto e dar o primeiro passo para conhecer pessoas novas. Puxe assunto, por exemplo, com três profissionais diferentes e veja o que eles fazem ou quais são os seus desafios. Esse interesse deve ser sincero e pode render bons frutos no futuro.

Outra boa dica é chegar antes do início do evento para conversar com outros participantes e, sempre que possível, ajudá-los de alguma forma. Está se perguntando quais são os melhores eventos para o mercado arquitetônico? Basta ler o próximo tópico entender melhor sobre o assunto!

Como o Archathon podem ajudar a fazer networking?

O Archathon é o maior workshop de Arquitetura e Design de Interiores das Américas. Mais de 80 marcas já apoiaram o evento e mais de 10 mil profissionais já se inscreveram.

Esta é uma oportunidade para aumentar seu networking, ter visibilidade e conhecer as tendências. Jovens profissionais podem mostrar o seu diferencial e se comunicar com quem faz e acontece no mercado.

Para participar, você deve criar um grupo e enviar o seu portfólio. Os melhores são selecionados para desenvolver um projeto de interiores em menos de 24 horas em uma etapa presencial.

O vencedor recebe um prêmio exclusivo, mas a participação, em si, já é um grande passo para melhorar as oportunidades de crescimento e aprimorar conhecimentos. Portanto, fique atento para participar das próximas edições do Archathon (@archathonbrasil).

Com a leitura deste conteúdo, você entendeu como fazer networking com 5 dicas práticas. O segredo do sucesso está nas pessoas ao seu redor, portanto, cerque-se de bons profissionais e faça a sua carreira decolar.

Então, entre em contato com o Archathon e prepare-se para se conectar com grandes nomes da arquitetura e construir a sua própria identidade!

Workshop para Arquitetos e Designers oferece como prêmio viagem para Itália e programa de aceleração

No Archathon, o desafio é projetar um ambiente em menos de 24 horas. 

Nos dias 04 e 05 de outubro o Archathon, maior workshop Arch&Design das Américas, está de volta à Al. Gabriel Monteiro da Silva, meca da decoração em São Paulo, com a by Kamy e Technogym como anfitriãs. Com duração de 2 dias, o evento promove conteúdo, prática profissional e networking entre participantes e marcas parceiras do evento. O desafio é projetar um ambiente de interiores com os produtos dos patrocinadores do workshop. Os autores do melhor projeto conquistam uma viagem para Itália, com uma experiência wellness design da Technogym, e mais 1 ano na Archademy, primeira aceleradora para escritórios de Arquitetura e Design de Interiores do mundo. Podem participar arquitetos e designers de interiores formados. Inscrições pelo link http://bit.ly/SaibaMaisArchathonGabriel2019 até o dia 31/09/2019.  

Como funciona o workshop? 

A primeira etapa é a classificação. Para participar, os profissionais precisam formar um grupo de 2 integrantes e enviar um portfólio para avaliação de uma Comissão de Curadores. Os 30 melhores grupos são selecionados para participar do preparatório online mais 2 dias de workshop que conta com o investimento das marcas by Kamy, Technogym, Samsung, Suvinil e Portobello. 

Iniciado o cronômetro, no dia 04/10, os grupos tem cerca de 12 horas para concluir a missão: projetar um ambiente de interiores. Durante o Archathon, várias surpresas e ativações para animar a competição. Os participantes também contam com a ajuda de Mentores, profissionais renomados do mercado. Nessa edição,  Arquitetura Gui Mattos, Studio Guilherme Torres, Terra e Tuma, Paula Magnani, Denise Barretto e Jóia Bérgamo já estão confirmados. 

No último dia os participantes fazem uma apresentação de 5 minutos para uma banca de mentores, que escolhe 12 finalistas. Em seguida, os finalistas apresentam o projeto elaborado para uma Comissão Julgadora, que já conta com a presença de profissionais super renomados, entre eles Francesca Francesca Alzati, arquiteta e designer, Diretora de Identidade da by Kamy e Ruben Nieto, Managing Director da Technogym. 

Agenda do evento: 
04/10 (SEXTA-FEIRA) 9:00h às 21:00h | Workshop de Criatividade
Local: by Kamy | Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1147 
05/10 (SÁBADO) 15:00h às 19:00h | ArchaTrial (Seletiva dos Mentores + Apresentações para Comissão Julgadora e Escolha do vencedor)
Local: Technogym | Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1158 

Ficou interessado? Então não perca tempo e inscreva-se ja: http://bit.ly/SaibaMaisArchathonGabriel2019 até o dia 31/09/2019.  

Sobre a Archademy
A Archademy é a maior organização de apoio a escritórios de Arquitetura e Design de Interiores de alto potencial. Para atingir seus objetivos a empresa tem uma aceleradora para escritórios do segmento; o ArchaBox, um CRM para Arquitetos e Designers de Interiores; e promove eventos como o Archathon, o maior workshop Arch&Design das Américas, que já ganhou prêmios e alçou à fama mais de 40 jovens escritórios de Arquitetura e Design, e o Archaday: maior showcase Arch&Design do país, que já rodou mais de 13 cidades brasileiras. 

Informações para imprensa
[email protected]
11 99388-6381

Archademy inaugura unidade na rua mais famosa de decoração de São Paulo

Na Al. Gabriel Monteiro, filial contará com 8 salas privativas, além de 27 estações autônomas de alto padrão para escritórios renomados, como o do arquiteto Léo Shehtman, que assina o projeto.

Aceleradora planeja levar o modelo de coworking de arquitetura e design para outros estados e inaugurar 20 unidades nos próximos dois anos.

 

A Archademy, primeira aceleradora de pequenos e médios escritórios de arquitetura e design do Brasil, estreará nova unidade na meca da decoração de interiores em São Paulo, a Alameda Gabriel Monteiro da Silva. Localizada no 9° e 10º andar do número 1310, a filial contará com 59 estações de trabalho, com infraestrutura completa para receber escritórios com foco no mercado de alto padrão. Ao todo, serão 8 offices privativos, com 4 estações cada, além de 27 estações autônomas, sendo 4 reservadas para prestadores de serviços.

O renomado arquiteto Léo Shehtman é quem assina o projeto da unidade, e já garantiu uma das salas para seu escritório neste novo endereço. O empreendimento, que será lançado no final de outubro de 2019 conta também com o apoio de marcas como By Kamy, Kohler, Marelli, Portobello, Hunter Douglas, Suvinil e Samsung.  

Além do espaço de coworking da aceleradora, os profissionais podem dispor de mentoria,  treinamentos, workshops, salas de reunião, biblioteca de amostras, eventos e assessoria na gestão de orçamentos, com benefícios e condições especiais com fornecedores do mercado.

A ideia é oferecer um espaço sofisticado, com instalações e serviços especialmente pensados para os escritórios de arquitetura e design, e um ecossistema capaz de gerar novas conexões, relacionamento e oportunidades de negócios aos profissionais da comunidade Archademy. “Nosso principal objetivo é apoiar o rápido crescimento dos empreendedores do setor, para que consigam se consolidar no mercado e otimizar resultados”, resume Anna Rafhaela Bonifácio, sócia da Archademy.

O plano é anual, e cada estação, independente de estar dentro de uma sala privativa ou não, custará R$ 999,00 (novecentos e noventa e nove reais)/mês. 

sala de reunião
Salas de Reunião

Forte expansão

Com apenas um ano de operações, a Archademy já acelerou mais de 150 escritórios de arquitetura e decoração, e deve encerrar 2019 com faturamento de R$ 3 milhões. O forte aumento da demanda tem impulsionado a expansão da empresa. Nos próximos meses, a capital paulista deve ganhar a terceira unidade da Archademy. Localizada no Lar Center, principal hub de móveis e decoração do país, o empreendimento somará 860 m² e contará com 72 estações de trabalho.

A aceleradora também levará seu modelo de negócios para Florianópolis e Santos este ano. Para 2020, a expectativa é chegar em Brasília, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. “Planejamos inaugurar 20 unidades até 2021”, destaca Anna Rafhaela.

O mercado de arquitetura e urbanismo brasileiro cresceu 5,4% em 2018, somando mais de 1,5 milhão de serviços realizados por profissionais da área, conforme dados do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU-BR), divulgados em julho deste ano. Projetos Arquitetônicos e Execução de Obras continuam sendo as principais atividades realizadas na área, que concentra 85% dos profissionais. Responsável por um quarto das atividades realizadas no Brasil, São Paulo foi o estado que apresentou o maior crescimento anual (9%). 

Bastante pulverizado, o mercado de arquitetura é composto por um grande número de pequenos e médios escritórios. Ao todo, 75% das empresas não possuem mais de cinco funcionários, mas seu poder de influenciar o cliente é enorme: 50% das vendas do segmento de alto padrão são especificados por Arquitetos ou Designers de Interiores. “Consolidamos o mercado para empoderar pequenos escritórios e conectá-los às grandes marcas do mercado. Os fornecedores, por sua vez, conseguem mapear as tendências e desenvolver produtos mais voltados às novas demandas do consumo”, destaca Anna Rafhaela.

Ficou interessado? Cadastre-se e agende uma visita em: http://bit.ly/SaibaMaisArchademyGabriel

Salas privativas

Sobre a Archa Company

A Archademy, fundada em 2018, é uma empresa Archa Company: a maior plataforma de inteligência para o mercado de Arquitetura e Design de Interiores sediada em São Paulo, cujo principal objetivo é automatizar e integrar o relacionamento entre profissionais, marcas e clientes. O grupo foca em três unidades de negócio: a ferramenta Archabox, um CRM (Customer Relationship Management) para Arquitetos e Designers de Interiores; o Archathon, o maior workshop Arch&Design das Américas, que já ganhou diversos prêmios e alçou à fama mais de 40 jovens escritórios de Arquitetura e Design; e a Archademy, primeira e única aceleradora para escritórios de Arquitetura e Design de Interiores do mundo, com unidade em São Paulo.

talk

Santos recebe pela primeira vez o maior SHOWCASE Arch&Design do país

Archaday promove talks com ideias práticas e histórias inspiradoras

No dia 26 de setembro, Santos recebe o maior showcase Arch&Design do país: o Archaday. Durante o evento, profissionais inovadores compartilham experiências e práticas bem-sucedidas. São apresentações objetivas, que disseminam conhecimento e networking para valorizar a profissão dos arquitetos e designers de interiores. 

O evento é uma iniciativa da Archademy, a primeira aceleradora para escritórios de Arquitetura e Design de Interiores do mundo. A programação confirmada conta com profissionais renomados que estão no centro das transformações do mundo Arch&Design. Confira: 

✔ Novas descobertas sobre a precificação de projetos de interiores
@raphaeltristao, CEO da Archademy.

✔ Consolidação de Marca: seu escritório na mídia
@annecarpe⁣, Jornalista com especialização em Design de Interiores e Diretora nacional do Archathon.⁣

Conheça o projeto da maior aceleradora de escritórios Arch&Design do mundo
@fabiofrutuoso_arq – Fabio Frutuoso – Arquiteto Urbanista
@copibaarquitetura – Leticia Costa Pinto – Arquiteta, ambos profissionais da Archademy Itaim, São Paulo.

✔ Case: principais projetos de arquitetura
Estúdio TUPI @estudiotupi.

✔ Negocioterapia: uma técnica para obter mais clientes e resultados
Mirelle Zanotto @mirellezanotto, Consultora e coaching em negócios Arch&Design.

 

Serviço 
Archaday Santos 2019 
Local: Praiamar Corporate | R. Guaiaó, 66 – Aparecida, Santos – SP
Data: 26 de setembro
Horário: 14h às 17h 
Ingressos: http://archacompany.com.br/archaday/edicao/archaday-santos-sp/
Aberto a estudantes, arquitetos, designers de interiores e profissionais do mercado Arch&Design. 

Sobre a Archa Company

O Archaday é uma experiência Archa Company: a maior plataforma de inteligência para o mercado de Arquitetura e Design de Interiores, com o objetivo de automatizar e integrar o relacionamento entre profissionais, marcas e clientes. Para atingir seus objetivos a empresa foca em três unidades de negócio: a ferramenta ArchaBox, um CRM (Customer Relationship Management) para Arquitetos e Designers; o Archathon, o maior workshop Arch&Design das Américas, que já ganhou diversos prêmios e alçou à fama mais de 40 jovens escritórios de Arquitetura e Design; e a Archademy, primeira e única aceleradora para escritórios de Arquitetura e Design de Interiores do mundo, com unidade em São Paulo.

 

Informações à Imprensa

[email protected] | +55 11 94301-0827

Veja o que é Sketchup e como beneficia projetos de arquitetura

O Sketchup é um software desenvolvedor de imagens 3D. Por isso, é importante para qualquer projeto de arquitetura, já que permite criar ambientes e facilita a comunicação com clientes e fornecedores.

Assim como diversas outras ferramentas para a construção civil, o Sketchup torna o seu dia a dia mais simples e prático. Para atender às expectativas de seus clientes e aprender lidar com pessoas de opiniões diferentes, é de suma importância dominar esse programa e as suas principais funcionalidades.

Continue a leitura para entender mais sobre a ferramenta e como ela pode beneficiar seus projetos!

O que é Sketchup?

O Sketchup é um sistema que tem como objetivo criar imagens em 3D. Criado pela At Last Software, foi comprado pela Google e, hoje, é uma ferramenta que facilita a criação de maquetes e ambientes para projetos de arquitetura.

Ele apresenta uma variedade de texturas e funcionalidades, fazendo com que você crie figuras, objetos tridimensionais e diversas outras aplicações.

Para seu uso, existem diversos planos de assinatura, inclusive uma modalidade gratuita. Isso quer dizer que, caso você nunca tenha utilizado o Sketchup, é possível testar o software e se acostumar antes de comprar uma versão mais completa.

Por que utilizar a ferramenta?

Antes de instalar o Sketchup, entenda melhor quais são os seus principais benefícios.

Facilidade de uso

Sabe quando você começa a utilizar uma plataforma, passa por poucas e boas por não entender os menus e não consegue executar nem as ações mais simples? Então, os usuários do Sketchup não costumam enfrentar esses desafios, já que o software é de fácil aprendizado.

Com funcionalidades intuitivas, você consegue dominá-lo quando menos espera. Após o contato básico, é possível melhorar ainda mais seus resultados com cursos e workshops sobre o assunto.

Biblioteca online

O Sketchup tem uma comunidade que compartilha blocos tridimensionais e arquivos. A Warehouse 3D permite que qualquer pessoa que tenha uma conta da Google possa criar os seus modelos.

Dessa forma, fica mais fácil encontrar e aplicar, por exemplo, esquadrias, objetos decorativos, texturas de materiais e elementos estruturais em seus projetos.

Aceitação no mercado

Por mais que o AutoCad seja o software mais conhecido dos arquitetos, o Sketchup ganha cada vez mais adeptos. Desse modo, dominá-lo passou a ser um requisito básico para quem almeja crescer no mercado de trabalho.

Apenas lembre-se de que ele não é o único sistema utilizado por um profissional de arquitetura, fazendo parte de um conjunto de ferramentas necessárias para um bom trabalho na área.

Quais são as melhores dicas de uso do Sketchup?

Quer otimizar o seu trabalho dentro do software? Abaixo, você confere dicas que todo usuário do Sketchup deveria colocar em prática:

Use atalhos

Assim como no AutoCad e em outras ferramentas de desenho, o Sketchup também oferece atalhos no teclado para funcionalidades diferentes. Eles facilitam o acesso a funcionalidades, evitando que você entre em menus desnecessariamente. Além disso, você deixa a sua tela limpa.

Os principais atalhos para o Sketchup e os seus respectivos nomes em inglês são:

  • A – Arco (Arc)
  • C – Círculo (Circle)
  • F – Equidistância (OffSet)
  • L – Linha (Line)
  • R – Retângulo (Rectangle)
  • S – Escala (Escale)
  • Z – Zoom (Zoom)

Existem outros também:

  • Ctrl + S – Salvar
  • Ctrl + A – Selecionar Tudo
  • Ctrl + O – Abrir
  • Ctrl + Y – Refazer
  • Ctrl + Z – Desfazer
  • Ctrl + P – Imprimir
  • Ctrl + N – Fechar o programa
  • Alt + L – Camadas

O Sketchup ainda permite que você importe atalhos de outros softwares de arquitetura. Isso quer dizer que você não precisa ter comandos diferentes em duas ou mais plataformas — o que garante mais produtividade ao seu trabalho.

Salve arquivos na nuvem

Imagine perder horas de trabalho por causa de arquivos corrompidos. Isso não seria bom para a entrega do seu projeto, certo? Quem envia arquivos por e-mail ou os salva em pendrives corre riscos desnecessários.

Para evitar isso, salve os seus modelos na nuvem ao utilizar o Sketchup. Com isso, você conseguirá acessar seus arquivos de qualquer lugar e a qualquer hora. Essa dica é importante para quem trabalha em mais de um escritório ou trabalha de casa também.

Inclusive, a versão gratuita do Sketchup oferece um armazenamento de 10 GB para os seus usuários. Caso você queira mais espaço, será necessário assinar um dos planos oferecidos. De qualquer forma, o OneDrive, o Dropbox e o Google Drive são outras opções de armazenamento de arquivos também.

Sempre atualize o Sketchup

Correções de bugs e atualizações são sempre bem-vindas, né? Portanto, é fundamental que você mantenha o seu Sketchup atualizado. Para tal, basta seguir os passos:

  • clicar no menu “Ajuda” na barra de ferramentas;
  • selecionar a opção “Verificar se há atualização”.

Em suas últimas atualizações, o programa tem se aproximado cada vez mais do BIM — uma tendência na engenharia civil e na arquitetura. Com a evolução dessa integração, você poderá criar projetos com maior nível de detalhamento, o que é ótimo para todos os envolvidos nos processos.

Use plugins

Os plugins de Sketchup servem para adicionar recursos à ferramenta. Com o uso do plugin correto, você consegue:

  • adequar texturas dos materiais;
  • trabalhar com formas orgânicas
  • empurrar várias superfícies de uma vez;
  • arredondar quinas;
  • separar geometrias em pequenos trechos
  • e muito mais!

Apenas tome cuidado para não instalar plugins demais. Quanto maior for o número dessas aplicações, mais pesado o programa fica, já que muitos carregam junto com a sua inicialização.

Nessas horas, pare de pensar que em algum momento você pode precisar de um certo plugin: deixe instalado apenas aqueles que são úteis para você. Caso você precise de uma nova funcionalidade em um momento no futuro, basta instalá-lo novamente.

Crie templates

Por último, mas não menos importante, você pode (e deve!) definir templates próprios. Eles são formados pelo conjunto de suas preferências, como unidades, layers, materiais e styles. Eles podem ser usados em novos projetos, não sendo mais necessário configurar todas as informações novamente.

Com a leitura deste post, você ficou por dentro do Sketchup: uma das principais ferramentas para um profissional de arquitetura. Entendeu também quais são as suas principais vantagens e como algumas dicas otimizam a sua rotina.

Portanto, comece a utilizar o Sketchup quanto antes, pois quem domina a ferramenta consegue criar projetos executivos diferenciados e construir e promover a sua própria identidade como arquiteta. Uma rotina de uso contante facilitará cada vez mais o entendimento do programa e a melhoria dos resultados obtidos.

A partir dessas dicas, você pode aplicar esses conhecimentos e participar de eventos como o Archathon. Aqueles que tiverem as melhores imagens 3D têm mais chances de serem finalistas da competição. Saiba mais acessando o site oficial do workshop!

Aprenda como usar o Pinterest como diferencial de vendas na arquitetura

Você sabe como usar o Pinterest como uma ferramenta para se destacar como profissional da arquitetura? Ele é interessante para encontrar ideias, conhecer o portfólio de outros profissionais e compartilhar o trabalho de sua empresa, apresentando sua identidade a futuros clientes. Além disso, ele é um canal que proporciona networking e conexão com outros grandes nomes da arquitetura.

Contudo, para utilizar essa ferramenta de forma eficaz, é essencial conhecer algumas estratégias para a produção de conteúdo personalizado para esse canal. O objetivo final é ter um posicionamento claro de identidade, formando um portfólio sólido. Quer saber como fazer isso na prática? Então, continue a leitura!

Qual a importância do Pinterest para um arquiteto?

Não é novidade que todo arquiteto de sucesso precisa ter um portfólio estruturado. Em tempos de revolução 4.0, é essencial que ele também seja disponibilizado online, aumentando o seu alcance. Assim, é possível apresentar os trabalhos realizados e possibilitar que outras pessoas conheçam os traços e identidade do profissional.

Por isso, o Pinterest têm sido cada vez mais usado como um meio de apresentação de portfólio, além de um canal de networking — tanto com outros profissionais, quanto com clientes. Em 2017, a rede já reunia mais de 175 milhões de usuários.

Assim, essa se tornou uma ferramenta que proporciona diversas oportunidades de novos negócios com investimentos mais baixos do que em propagandas tradicionais. Porém, para que essa estratégia traga resultados relevantes, é necessário conhecer a fundo suas funcionalidades e particularidades desse canal.

Como usar o Pinterest?

Agora que você já sabe por que o Pinterest se tornou uma importante rede para arquitetos, confira o passo a passo de como extrair o máximo dessa ferramenta.

Elabore um perfil atrativo e informativo

Em primeiro lugar, é preciso cadastrar e criar um perfil atrativo. Para isso, é necessário escolher uma boa foto de perfil e apresentar informações claras e interessantes na descrição. Nesse sentido, é fundamental descrever o tipo de trabalho realizado e o seu diferencial. Por fim, é preciso selecionar em quais categorias o conteúdo a ser publicado se enquadra.

Defina sua estratégia de publicação

O Pinterest permite diferentes possibilidades de publicação. É possível elaborar painéis com imagens e fotos dos seus principais projetos e trabalhos ou, então, criar portfólios por categorias. Após definir sua estratégia, faça um esforço para seguir um padrão. Assim, seu perfil terá mais coesão e parecerá mais profissional, o que transmite mais harmonia e confiabilidade em seu trabalho.

Escolha o tamanho e formato para suas fotos

Essa é uma etapa que pode auxiliá-lo a valorizar as imagens que serão publicadas por você. Enquanto no Facebook e Instagram a dimensão quadrada é a melhor, no Pinterest, as imagens verticais são as mais indicadas. Como elas são expostas uma ao lado da outra em seu feed e nos painéis, você pode investir também na criação de gráficos e outros tipos de imagens informativas que se complementem.

Planeje suas legendas, palavras-chave e links

As legendas são muito importantes e devem ser adequadas à imagem. Além disso, é fundamental que elas contenham informações relevantes, pois é nesse momento que seu perfil se diferenciará de outros — o que pode aumentar a possibilidade de contratação de novos projetos.

As palavras-chave também devem ser estratégicas. É por meio delas que suas imagens e fotos serão encontradas em meio a tantas outras publicações. Por isso, não utilize diversas palavras aleatórias. Escolha um segmento adequado à imagem publicada e que leve em consideração o que seu potencial cliente pode buscar.

Os links também devem ser pensados e planejados de forma a conduzir os usuários a outras publicações e conteúdos seus que estão disponíveis na internet, como o seu site, por exemplo.

Utilize estratégias de SEO

SEO é a sigla para “Search Engine Optimization”, que pode ser traduzido como “otimização para ferramentas de busca”. Aprenda essa estratégia e a utilize para que seu conteúdo possa aparecer nas primeiras páginas de ferramentas de busca como o Google.

A compreensão dessa área possibilitará que você escolha as melhores palavras-chave e estruture suas publicações para que elas sejam facilmente encontradas nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa.

Envolva-se com outros profissionais

O uso de painéis colaborativos é uma excelente maneira de promover networking com outros profissionais, não só da arquitetura mas de áreas que podem ser complementares a seu negócio. Além de ser um recurso atrativo para os usuários, mais pessoas poderão conhecer seu trabalho por meio dessa interação.

Viu só a importância de saber como usar o Pinterest? Essa se tornou uma ferramenta muito interessante para se destacar como profissional de arquitetura. Assim, saber como explorar seu potencial pode se tornar um grande diferencial para muitas empresas e profissionais.

Gostou desse texto? Se você quer saber como pode se destacar ainda mais no mercado, aproveite e confira nosso texto: “Como ganhar dinheiro só com arquitetura e se diferenciar no mercado”.

Jovens arquitetos conquistam visibilidade na CASACOR/Minas

3 ambientes da mostra mineira são de profissionais revelados no Archathon: maior workshop Arch&Design das Américas 

 

Conquistar visibilidade é um desafio universal para Arquitetos e Designers, principalmente para recém-formados. E a verdade é uma só: não existe fórmula mágica para sair na capa de uma revista, ter milhares de seguidores nas redes sociais ou participar de uma grande mostra de arquitetura. 

Apesar disso, profissionais talentosos e atentos às oportunidades conseguem destaque no mercado de trabalho. Esse é o caso dos escritórios Verde Mineral, Igor Zanon e Bárbara Barbi + Murad Sarrià. Em julho, eles participaram do Archathon, maior workshop Arch&Design das Américas, edição Belo Horizonte em parceria com a CASACOR/Minas.

Durante o evento, com dinâmica on-line, mais de 200 profissionais foram desafiados a criar um projeto para a mostra. O briefing era desenvolver o espaço de descompressão de uma unidade Archademy, primeira aceleradora para escritórios de Arquitetura e Design de Interiores do mundo, cuja sede hoje fica em São Paulo. 

O grande vencedor da competição foi grupo Murad + Sarrià + Barbi, formado por Murad Mohamad, Jessica Sarrià e Bárbara Barbi, com projeto que encantou a Comissão Julgadora formada por: Juliana Grillo, Sócia-Diretora CASACOR Minas; Eduardo Faleiro, Sócio-Diretor CASACOR Minas; Filipe Pederneiras, Arquiteto; Beth Nejm, Arquiteta; Rodrigo Câmara, Fotógrafo,  Designer, Cenógrafo e Diretor de Arte; Anna Rafhaela, Fundadora da Archademy; Pedro Felix, Arquiteto; Luis Gustavo Vieira, Arquiteto e Cenógrafo; Alexandre Rousset, Arquiteto e André Prado, Arquiteto e Coordenador do Curso de Arquitetura e Urbanismo do IBMEC BH. 

Projeto Vencedor Archathon CASACOR/Minas 2019, do Grupo Murad + Sarrià + Barbi

O principal sentimento que tivemos foi o da superação, porque além de termos ganhado o Archathon, com profissionais de alto nível, tivemos como prêmio um espaço de destaque na CASACOR/Minas“, relata a arquiteta Bárbara Barbi. 

A 25ª edição da CASACOR Minas será realizada entre os dias 03 de setembro e 13 de outubro, no Palácio das Mangabeiras, imóvel tradicionalmente utilizado como residência pelos governadores do estado. A maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, este ano com o tema “PLANETA CASA”, contará com 60 ambientes, que serão assinados por 94 profissionais.

Além do grupo vencedor, os finalistas Verde Mineral e Igor Zanon conquistaram a atenção dos Diretores da CASACOR/Minas e foram convidados para participar da mostra. 

Nossa história com o Archathon começou justamente da possibilidade de termos visibilidade dentro do mercado de produção arquitetônica mineira. Durante o processo do workshop do Archathon, conhecemos alguns profissionais já consolidados na capital, outros que estão como nós, iniciando a carreira. Realmente foi muito enriquecedor.” disse Atamar Lorrani, do Estúdio Mineral.

Projeto Grupo Verde Mineral para o Archathon CASACOR/Minas

A visibilidade que o Archathon tem nos proporcionado tem sido muito importante nesse processo. Estamos tendo a oportunidade de nos apresentar e conhecer vários fornecedores, firmar parcerias e entrar em contato com fabricantes e produtos que não tínhamos possibilidade no interior. Por vezes nos surpreendemos pela velocidade com que as coisas tem acontecido e toda a experiência que estamos vivendo, e graças ao Archathon estamos tendo a oportunidade de ter nosso trabalho reconhecido.” disse Filipe Castro, integrante do Estúdio Mineral.

Para o arquiteto Igor Zanon: “O Archathon vai muito além do prêmio principal. Ele funcionou como uma vitrine para meu trabalho e estética da minha linha de projeto.”

Projeto ARCHTETOS de Igor Zanon para o Archathon CASACOR/Minas 2019

Fique atento às nossas redes sociais (@archathonbrasil e @arcahdemybrasil) para acompanhar a cobertura completa da inauguração da CASACOR/MG e as próximas edições do @archathonbrasil. Conquiste visibilidade nacional você também! 

Porto Alegre recebe o maior SHOWCASE Arch&Design do país

Archaday promove talks com ideias práticas e histórias inspiradoras

No dia 02 de setembro, Porto Alegre recebe o maior showcase Arch&Design do país: o Archaday. Durante o evento, profissionais inovadores compartilham experiências e práticas bem-sucedidas. São apresentações objetivas, que disseminam conhecimento e networking para valorizar a profissão dos arquitetos e designers de interiores. 

O evento conta com o patrocínio de grandes marcas do mercado como Samsung, Marelli, Suvinil, By Kamy, Kohler, Hunter Douglas, Melitta, Granos e Qualitá Sul. O palco será assinado pelo Voilà Studio e a cobertura das redes sociais fica por conta de Juliana Cichelero, profissionais vencedores do Archathon em 2018, outra iniciativa da Archa Company.

A programação confirmada conta com profissionais renomados e temas relevantes:

✔ Novas descobertas sobre a precificação de projetos de interiores.
@raphaeltristao, CEO da Archa Company (Archathon, Archademy e Archabox).⁣⁣

✔Visibilidade: seu escritório na mídia.
@annecarpe⁣, Jornalista com especialização em Design de Interiores e Diretora nacional do Archathon.

✔ Como conquistei relevância nas redes sociais.
@lidiamacielarquiteta, Arquiteta e Influenciadora Digital⁣⁣

✔ Identidade visual: a persona da sua marca arch&design.
@ultrarq, escritório vencedor do Archathon @casacorrs 2017, Bruna Feltes, Arthur Lauxen e Beatriz Matte

✔ Os melhores perfis de escritórios para a CASACOR
Karina Capaverde e Luciano Mota, Diretores da @casacorrs. 

Serviço 

Archaday Porto Alegre 2019
Local: Instituto Ling | R. João Caetano, 440, Três Figueiras, Porto Alegre/RS
Data: 02 de setembro Horário: 14h às 17h 
Ingressos: http://materiais.archathon.com.br/archaday-poa
Aberto a estudantes, arquitetos, designers de interiores e profissionais do mercado Arch&Design. 

 

Sobre a Archa Company

O Archaday é uma experiência Archa Company: a maior plataforma de inteligência para o mercado de Arquitetura e Design de Interiores, com o objetivo de automatizar e integrar o relacionamento entre profissionais, marcas e clientes. Para atingir seus objetivos a empresa foca em três unidades de negócio: a ferramenta ArchaBox, um CRM (Customer Relationship Management) para Arquitetos e Designers; o Archathon, o maior workshop Arch&Design das Américas, que já ganhou diversos prêmios e alçou à fama mais de 35 jovens escritórios de Arquitetura e Design; e a Archademy, primeira e única aceleradora para escritórios de Arquitetura e Design de Interiores do mundo, com unidade em São Paulo.

 

Informações à Imprensa

[email protected] | +55 11 94301-0827

 

Como elaborar um plano de negócios para um escritório de Arquitetura?

Abrir um escritório de Arquitetura parece um grande desafio, mas acredite: existe uma forma prática e eficiente para montar uma empresa de sucesso. Ainda que envolva muito trabalho e dedicação, o desenvolvimento de um plano de negócio auxilia qualquer empreendedor a criar a sua organização do zero e conquistar um bom reconhecimento no mercado.

O fato é que, muitos profissionais não estruturam o seu plano da maneira certa e acabam enfrentando uma série de desafios como perdas financeiras, dificuldade em fidelizar clientes e de fazer um bom nome entre os profissionais da área. Bom, já é possível perceber como essa ferramenta é importante, não é mesmo?

Neste artigo, compartilhamos com você as melhores dicas para criar um excelente plano de negócio para o seu escritório de Arquitetura, garantindo todos os benefícios que o planejamento e organização oferece. Acompanhe!

O que é um plano de negócio?

Antes mesmo de compreender suas etapas de construção, você precisa saber o que ele é e como funciona, concorda? O plano de negócio nada mais é do que uma ferramenta de planejamento capaz de descrever e detalhar a sua organização, evidenciando seus objetivos e passos que precisam ser tomados para alcançá-los.

A partir dessas informações, você consegue perceber a viabilidade do empreendimento por meio de diversos pontos de vista: desde o administrativo até o estratégico, financeiro, operacional e mercadológico. Podemos dizer, então, que ele mapeia o caminho que a sua empresa precisa trilhar para atingir o sucesso organizacional.

Mas, se ele reúne as principais informações, como existem empresas que não funcionam e apresentam um péssimo plano de negócio? Ainda que esses dados sejam importantes, não são eles que garantem o sucesso da sua organização, e sim a qualidade dessas informações.

Trazendo um exemplo para elucidar, imagine que você definiu que o seu objetivo é ter 100 clientes que solicitaram seus projetos arquitetônicos até o final do ano. Depois de estipular essa meta, você percebe que precisa encontrar mais pessoas interessadas em reformas ou construções inovadoras e investir na comunicação virtual.

Parece um bom plano, certo? Ainda que seja uma ótima iniciativa, não é suficiente para atingir o seu objetivo — ou, pelo menos, não é eficiente. O pulo do gato dessa ferramenta é justamente reunir informações detalhadas e de qualidade sobre o seu futuro escritório, com dados reais sobre seu público e oportunidades do mercado atual.

Quais são as etapas de construção?

Com o conceito em mente, está na hora de colocar a mão na massa e criar o seu plano de negócio. Como comentamos, não basta reunir algumas informações para ter sucesso, é necessário cumprir várias etapas de construção para que ele seja eficiente e traga dados relevantes à organização.

Nos próximos tópicos, explicamos cada passo que você precisa desenvolver, assim como dicas para otimizar esse processo e construir um plano com a cara do seu negócio. Confira!

Análise de mercado

Para começar o seu planejamento, o primeiro passo é realizar a análise de mercado. Com ela, você entende quem são seus clientes, quais são os melhores fornecedores e como está a concorrência no mercado. A partir dessas ricas informações, é possível orientar as suas estratégias iniciais para suprir a demanda dos consumidores e conquistar destaque entre os outros escritórios.

Para que isso seja eficiente, você precisa avaliar os seguintes tópicos:

  • segmentação de clientes: é necessário conhecer quem eles são, quais são seus hábitos de compras, desejos, dificuldades e possíveis objeções;
  • análise da concorrência: ao observar os concorrentes, você consegue perceber os pontos de melhoria para oferecer um serviço de qualidade, bem como identificar o que fez sucesso com as empresas que atuam no mesmo ramo;
  • análise de fornecedores: uma matéria-prima de qualidade é fundamental para ter um bom funcionamento organizacional, e conhecer os melhores fornecedores disponíveis assegura tal propriedade.

Plano de marketing

Indo um pouco mais além, o plano de marketing descreve todos os serviços detalhadamente. Isso quer dizer que você precisa colocar no papel — ou em softwares — tudo o que você sabe sobre o seu produto. Por exemplo, digamos que você busca desenvolver um escritório de projetos paisagísticos, o que entra nesse trabalho?

Desde a mão de obra até a forma de entrega do projeto para o cliente precisam estar descritas no seu plano. Isso faz com que você consiga estabelecer um preço justo e coerente não só com a sua especialização, como também com o mercado atual. Para facilitar, separamos algumas perguntas para você refletir e começar a planejar suas estratégias de marketing:

  • o que é o meu serviço?
  • quais são seus diferenciais?
  • o preço está equilibrado com a qualidade?
  • qual é o setor jurídico e administrativo da minha empresa?
  • eu conheço o comportamento de compra do meu cliente? Se sim, qual é?
  • como meu serviço chegará até ele?
  • como ele saberá que o meu trabalho existe?

Plano operacional

No último tópico, você elencou uma série de aspectos sobre o seu negócio: desde o comportamento de compra dos consumidores até uma média de valor e possibilidades de venda. É a partir desses dados que você dará início ao plano operacional, isto é, descreverá o funcionamento do seu empreendimento.

Para isso, você precisa responder mais uma pergunta: quanto é possível vender em um certo período de tempo? Com essa perspectiva, fica muito mais fácil identificar os passos necessários para ampliar suas estratégias, bem como evidenciar seus diferenciais para atrair mais clientes.

Plano financeiro

Em seguida, está na hora de voltar a sua atenção para a parte financeira. Aqui, você precisa estimar os custos iniciais para abrir seu escritório, assim como as despesas e receitas, capital de giro, fluxo de caixa e de lucros.

Por isso, a nossa dica é registrar o valor de tudo o que você já escreveu até aqui: fornecedores, matéria-prima, aluguéis, domínios e hospedagens online, estratégias de marketing, equipamentos, softwares de gestão e projetos etc. Como resultado, você encontrará o valor do seu investimento total para abrir a sua empresa.

Sumário executivo

Como o próprio nome indica, nessa etapa você precisa resumir os principais dados da sua organização, descrevendo seu empreendimento e seus diferenciais. A partir disso, é possível determinar a missão organizacional, estabelecer o perfil dos empreendedores e dos colaboradores, bem como os produtos e serviços oferecidos.

Para concluir, você também precisa elencar quem são os clientes da sua empresa, a localização do escritório, o investimento total, o enquadramento tributário e a forma jurídica da organização. Bom, como um bom resumo, isso só deve ser feito ao final do seu plano, ainda que precise estar logo após a capa do documento, combinado?

Análise de cenários e avaliação do Plano de Negócio

A última etapa consiste em revisar tudo o que foi estruturado. A partir da análise de cenários de mercado, você consegue criar simulações nas quais o seu escritório está funcionando corretamente ou não. Isso coloca em prova o seu plano de negócio e auxilia no desenvolvimento de soluções para enfrentar as situações adversas, caso elas apareçam.

Como ele pode ser direcionado para o mercado Arch&Design?

Até agora, você pôde conhecer as principais etapas para a construção de um plano de negócio. Mas, quando falamos no desenvolvimento de uma estratégia para o campo do Arch&Design, funciona da mesma forma? Ainda que a resposta seja positiva, para que ele seja eficiente é fundamental adaptá-lo à realidade da área.

Para isso, existem várias atitudes que você deve tomar que facilitam o afunilamento dessa ferramenta a fim de otimizar a sua construção, como:

definir a proposta de valor do seu escritório, entendendo o problema dos seus clientes e o serviço oferecido para a resolução;

  • determinar quais são os diferenciais oferecidos em comparação com os outros escritórios;
  • escolher o canal de comunicação que o seu negócio estará presente;
  • criar um padrão de atendimento;
  • encontrar os recursos necessários para criar o seu serviço de qualidade, tanto financeiros quanto administrativos;
  • definir seus parceiros e fornecedores e elencar suas vantagens competitivas;
  • estabelecer a média de custos e ganhos financeiros.

Montar um plano de negócio é uma das melhores formas para construir um escritório de Arquitetura que se destaca entre os demais. Para otimizar o seu trabalho, é possível contar com a ajuda de profissionais especializados que conhecem sobre o mercado do Arch&Design a fim de construir uma ferramenta eficiente e personalizada para a sua empresa.

E aí, gostou das nossas dicas? Aproveite para entrar em contato conosco e descobrir como você pode acelerar a construção do seu escritório de Arquitetura!

Entenda o que é e como desenvolver um funil de vendas

Atualmente, quando pretendemos adquirir um produto ou serviço, a primeira coisa que vem em nossa cabeça é fazer uma pesquisa na internet. Buscamos várias informações como preço, especificações técnicas, fabricante, entre outros. Saiba que esses dados fazem parte dos processos do marketing de conteúdo e de suas estratégias para atrair clientes. Diante disso, você sabe o que é funil de vendas?

Criamos este artigo para lhe explicar o que é o funil de vendas e, o que você deve fazer para implantá-lo no seu escritório, assim, você impulsionará o seu negócio e aumentará a sua receita. Acompanhe! 

O que é funil de vendas?

O funil de vendas (pipeline) é a maneira que o marketing digital utiliza para conduzir um cliente em potencial (lead) na sua jornada de processo de compras. Isso mesmo! Quando vamos adquirir um determinado produto ou serviço, mesmo que inconscientemente, passamos por alguns caminhos antes da nossa decisão final. 

Um funil de vendas bem elaborado pode induzir um lead a optar pelo seu produto. Isso porque, as etapas do caminho até a compra são acompanhadas por essa ferramenta, por meio da nutrição de informações. O potencial cliente sentirá que você é autoridade no assunto e merece confiança.

Quais são as etapas do funil de vendas?

O funil de vendas do inbound marketing contém três etapas básicas. 

1. Topo ou TOFu (Top Of the Funnel)

Nessa etapa pode ser que o cliente não conheça a sua empresa e nem estava pensando em adquirir o seu produto. Ele pode ter chegado até o seu blog ou site por curiosidade. Às vezes, clicou em um link que de certa maneira chegou na sua página. Aqui, ocorrerá a descoberta e o início de um aprendizado. 

2. Meio do funil ou MOFu (Middle Of the Funnel)

Com as informações que você passou para o visitante no topo, ele começa a admitir e reconhecer que está realmente precisando resolver um problema e considera que a sua página é o local que poderá ajudá-lo. Acredita que nela estão as possibilidades de encontrar a solução. Ele leu o assunto e pode fornecer dados de contato para acessar mais conteúdos.

3. Fundo do funil ou BOFu (Bottom Of the Funnel)

Esse é um dos momentos mais esperados pelo empresário, é nele que vai ocorrer a decisão da compra. Nessa etapa o cliente é considerado um Marketing Qualified Leads (MQLs). Isso porque você já nutriu e educou esse seu futuro usuário. Ele sabe que tem a necessidade de resolver uma demanda e que deverá adquirir um produto ou serviço.

O que fazer em cada etapa?

Agora que você já conhece as etapas do funil de vendas vamos descrever o que você deve fazer em cada uma delas.

No topo

Nessa primeira etapa, apresente-se como um especialista no conteúdo. Disponibilize materiais que façam o futuro cliente a identificar-se com o assunto e continuar interessado com o que está sendo proposto, para que ele procure fazer um contato. Construa pautas ricas e interessantes, você precisa fazê-lo descer para o próximo nível do funil. Utilize os seguintes veículos de comunicação:

  • blog posts;
  • infográficos;
  • podcasts;
  • newsletter;
  • postagens em mídias sociais.

No meio

Quando perceber que um lead chegou no meio do funil, coloque-se como uma empresa que está apenas querendo ajudar, evite estratégias agressivas como apresentar preços e oferecer produtos. Não deixe que ele perceba que o seu objetivo é vender. A qualidade dos conteúdos deve ser mais aprofundada do que no topo.

Faça o papel de um consultor, ofereça mais materiais para estabelecer e aumentar a confiança. Nessa etapa ainda existem dúvidas e você pode perder o lead se não manter o laço. Seja cordial e demonstre sinceridade.

Nessa etapa os veículos de comunicação indicados são:

  • blog posts;
  • e-books.

No fundo

Você já demonstrou para o lead que tem credibilidade e domínio em tudo que ofertou. Lembre-se que ele agora é considerado um MQL como já foi dito acima. Continue mantendo contato e apenas reforce o laço de confiança, ele já está quase se tornando um cliente.

Os veículos de comunicação adequados para o fundo do funil são:

  • cases de sucesso;
  • webinars;
  • demos (demonstrativos dos produtos ou serviços).

O que é a pós-venda?

Para que uma empresa continue no mercado, o ato de entregar um produto não é suficiente. Todo cliente precisa de suporte e atenção. O pós-venda é essencial para manter a sua clientela. Essa não é uma etapa do funil, pois nela você já está lidando com clientes. O bom atendimento nessa fase torna os seus consumidores, promotores da sua marca.

Como desenvolver o funil de vendas?

Para construir um funil de vendas eficiente você precisa seguir três passos para conduzir a jornada do futuro cliente.

1. Mapear a jornada

O mapeamento é uma pesquisa que você deve fazer com os clientes que considera como fidelizados. Isso faz com que seja possível definir um perfil dos consumidores que utilizam os seus serviços. Pergunte porque buscaram o seu produto, o que pretendem consumir no futuro (ambições).

Essa ação define o que o marketing denomina como persona. Trata-se da criação de um ou mais perfis fictícios. A partir desses personagens você produzirá as suas pautas e os seus conteúdos.

2. Definir os milestones

O termo milestone é utilizado em vários ramos da administração e do gerenciamento de projetos. Quando se trata do desenvolvimento do funil, os milestones são ferramentas de controle que identificam em qual etapa o cliente está e informam o momento em que ele mudou. Essa estratégia tem a função de acompanhá-lo para nutri-lo de mais informações.

3. Alinhar o departamento de marketing e de vendas

Esses dois departamentos devem se comunicar para que a sua empresa não perca a credibilidade diante dos clientes. Isso porque, o marketing não pode construir conteúdos e fazer promessas que o setor de vendas não consiga cumprir. Portanto, essas demandas devem estar alinhadas estrategicamente.

Quais as vantagens do funil de vendas?

O funil de vendas oferece uma série de vantagens para o seu negócio. Conheça as principais:

  • captação de clientes;
  • visibilidade no mercado;
  • acompanhamento do setor de vendas;
  • desenvolvimento de novos produtos;
  • oportunidade de novos negócios;
  • aumento das vendas;
  • aumento da receita;
  • reconhecimento no mercado.

Agora que sabe o que é funil de vendas já entende que se você desenvolver corretamente as suas etapas dentro do seu processo de marketing, certamente, aumentará a sua receita e manterá o seu negócio na frente da concorrência. A boa notícia é que independentemente do tamanho e do tempo de atuação da sua empresa essa técnica funcionará a seu favor. 

Caso a sua empresa não tenha uma equipe dedicada para aplicar as técnicas que lhe apresentamos, não hesite, busque ajuda com especialistas nesse setor para evitar erros. 

Gostou do assunto? Compartilhe nas suas redes sociais e mostre para os seus amigos e seguidores o que é um funil de vendas!

Já ajudamos mais de 700 escritórios a crescer e queremos compartilhar ideias e práticas bem-sucedidas.

Cadastre-se e receba conteúdo e novidades para o seu desenvolvimento profissional e pessoal.


Não tenho interesse, obrigado